Interpretando o
Exame

Inovando as tecnologias de diagnóstico, a tomografia computadorizada permite, ao contrário das imagens convencionais em duas dimensões, apresentar resultados tri- dimensionais com muito mais fidelidade e detalhamento técnico.

https://ceditom.com.br/wp-content/uploads/2020/09/interpretando_parte_011.jpg

1. Na imagem, vemos apenas o sentido mésio-distal em panorâmica do pimentão. Sua bidimensionalidade não nos permite ver ou ter noções mais detalhadas de sua profundidade.

https://ceditom.com.br/wp-content/uploads/2020/09/interpretando_parte_021.jpg
https://ceditom.com.br/wp-content/uploads/2020/09/interpretando_parte_031.jpg

2. Se fizermos um corte duplo vertical entre a medida 17 e 21 (acompanhe pela régua), teremos um corte tomográfico que tem extensão horizontal, vertical e volumétrica.

https://ceditom.com.br/wp-content/uploads/2020/09/interpretando_parte_041.jpg
https://ceditom.com.br/wp-content/uploads/2020/09/interpretando_parte_051.jpg

3. Na composição tridimensional (imagem 3D), é possível ver a extensão volumétrica com todos os detalhes que a panorâmica não possibilitaria.

4. Essa é a imagem de um corte tomográfico, onde podemos observar com clareza as estruturas internas do pimentão.

Perceba que no sentido panorâmico, não víamos as sementes no interior do pimentão. A nova tecnologia de tomografia tridimensional é que nos permite visualizar, além do sentido mésio-distal, o corte vestíbulo-palatino.

CEDITOM. Todos Direitos Reservados.

CEDITOM. Todos Direitos Reservados.

Odonto Inside